Tecnologia BIM

Tecnologias no Mundo e o Brasil

Como tudo demora a chegar ao nosso amado país Brasil, seria tolice pensar que isso não aconteceria com uma das tecnologias mais utilizadas atualmente para a Construção Civil, em países como os Estados Unidos, Canadá e com a maioria dos países europeus.

A tecnologia BIM (Building Information Modeling – Modelagem de Informações da Construção) vem como uma alternativa que a princípio parece muito complexa mas sua ideia é simples e elegante: Gerir todo o projeto, do seu início ao fim com todas as informações contidas em um único modelo.

Quais são as vantagens do BIM?

Dentre as inúmeras vantagens que a plataforma possui podemos dizer que a integração de todos os projetos em um único modelo gera uma facilidade absurda quando se olha do ponto de vista de compatibilização entre projetos, pois como as informações estão centradas em um modelo completo, visualizar interferências, possíveis impossibilidades de execução entre outros, se torna muito mais fácil e simples.

Outro ponto está na elaboração de listagens de materiais mais exatas, tudo isso fica mais preciso com essa integração.

 

 

BIM no Brasil

O problema da implementação do BIM no Brasil é que ainda é muito enraizada a ideia de se utilizar um software extremamente genérico para finalizar os projetos como o AutoCAD, por exemplo, deixando ele como coringa, ou até mesmo, utilizando ele para todos os projetos, quaisquer que venham a sê-los. Por isso, a migração para plataformas BIM é bem mais lenta do que supostamente deveria ser, e no Brasil, ainda é tímida se comparada ao resto do mundo.

A maioria dos escritórios trabalham com uma, talvez duas modalidades de projetos e isso, de modo geral, demanda ao investidor a busca por vários escritórios para se realizar todos os projetos necessários. Isto se ele for realmente atrás de escritórios de projetos e não confiar naquele “primo do vizinho” que diz que não há necessidade de projeto, e que conhece um “cara” que faz pra ele sem precisar dessas bobeiras!

Veja bem, o Brasil é um país que possui a construção em concreto armado no topo se comparado a outros sistemas construtivos, como estruturas metálicas, pré-moldadas e até mesmo protendidas. Além disso, a mão de obra que poderia ser considerada como qualificada para a execução de obras assim é raríssima, o que leva a um aumento de custos considerável, devido à retrabalhos, itens que devem ser desmanchados por erros de execução. Os exemplos podem ir ao infinito.

 

Mudança para o melhor

A boa execução e organização dos projetos e planejamentos é importantíssima para que se diminuam esses excedentes que devem ser considerados sim, e essa administração de projetos e canteiro de obras é otimizada se a empresa faz uso da tecnologia BIM.

Vale lembrar que não adianta mudar simplesmente de programa para que se possa dizer que a metodologia aplicada pela empresa seja BIM, a mudança deve ocorrer na empresa, ou seja, de nada adianta mudar o software mas continuar seguindo uma metodologia processual manual e quase que obsoleta. A empresa, a construtora, o escritório deve-se utilizar dos princípios BIM para que se faça a mudança por completo.

Apesar de lenta, essa mudança já começa a ocorrer em empresas de maior porte como a Odebrecht, Hochtief, Matec, entre outras e lembrando que a mais de 20 anos a Petrobrás vem exigindo a modelagem em BIM para construção de suas obras marítimas. Portanto, é esperado que conforme essa tecnologia se difunda, a qualidade dos projetos brasileiros, em geral, melhore significativamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *